10 dicas para se tornar um Síndico Líder

10 dicas para se tornar um Síndico Líder

Existe consenso sobre o impacto causado pelo estilo de gestão, onde o capital humano é essencial para a gestão de um condomínio.

Nesse contexto, o sindico ganha ainda mais importância, sendo responsável por gerenciar questões estratégicas, administrativas, técnicas, operacionais e comportamentais.

Entretanto, para exercer a função, é preciso desenvolver algumas habilidades específicas, como a resiliência, a humildade, a empatia e a autoconfiança.

Esse conjunto de competências compõe o perfil de um líder capaz de inspirar a equipe, aumentar a produtividade e gerar resultados no empreendimento que administra.

Conheça agora algumas dicas para reforçar a liderança em seu condomínio:

1 - Tome decisões e resolva problemas, pois o poder de decisão faz parte do perfil de um síndico e deve estar baseado em conhecimentos técnicos, informações atualizadas e experiências anteriores. Abrir espaço para a participação da equipe, com sugestões e ideias, também é uma iniciativa importante no sentido de explorar os talentos e as aptidões de todos os profissionais.

2 - A honestidade e a retidão de caráter são essenciais para conquistar respeito e credibilidade. Esse comportamento inspira e atrai aliados e apoiadores, e ainda incentiva o time a adotar uma postura semelhante.

3 - É preciso também evitar a procrastinação e atuar rapidamente na solução de problemas. Proatividade, comprometimento e criatividade são características necessárias a uma gestão eficiente.

4 - A atitude positiva contempla uma série de comportamentos, como entusiasmo, bom humor, gentileza, simplicidade e dedicação. Essa postura melhora o ambiente de trabalho, aproxima as equipes e reduz as tensões do dia a dia. Para tanto, o líder deve desenvolver principalmente a inteligência emocional para saber administrar as próprias emoções e também as de seus liderados, de forma racional e justa.

5 - Demonstre segurança, pois a liderança na gestão de um condomínio exige uma postura firme e segura. Por isso, a importância de manter o comando, agir com confiança e coerência. Aliás, a coerência é fator determinante e deve estar presente nos discursos, ações e decisões do sindico.

6 - Aprimore a comunicação, pois um bom sindico necessita ser também um bom comunicador e utiliza essa habilidade para compartilhar informações e conhecimento, orientar a equipe, discutir as necessidades dos condôminos, implementar o plano de manutenção e, principalmente, para direcionar os esforços e frentes de trabalho. Por isso, é preciso criar uma rotina de comunicação que garanta o envolvimento de todos.

7 - Reuniões com a equipe são sempre importantes e ainda incentivam a integração e a colaboração. Nesses momentos, o poder de negociação e persuasão, a empatia e a escuta ativa se tornam ainda mais importantes.

8 - Conheça a equipe, pois cabe ao sindico conhecer cada membro da equipe, e empresas terceirizadas, habilidades, perspectiva e deficiências. Somente assim ele consegue estabelecer papéis, delegar responsabilidades e planejar melhorias. Para tanto, é preciso manter a proximidade, observar e conversar com os profissionais.

9 - A presença do sindico é sempre muito importante para o desempenho do condomínio, pois agiliza a troca de informações, a identificação de problemas e a tomada de decisões.

10 - Invista no aperfeiçoamento profissional, a liderança no condomínio demanda um aprendizado contínuo, para reforçar os conhecimentos técnicos e gerenciais, é importante investir em cursos e da mesma forma que para desenvolver competências comportamentais, é preciso realizar auto avaliações, pedir feedbacks e efetuar comparação com outros condomínios, síndicos e informações do mercado.

Gostou? Curta a Revejo Administradora de Condomínios nas redes sociais


Fonte: CEO

Voltar

Postado 03 Set, 2021