O perigo de Tapetes e Capachos

O perigo de Tapetes e Capachos

Talvez você já tenha recebido uma mensagem no WhatsApp que recomenda a retirada de todos os capachos das entradas das casas ou apartamentos por serem verdadeiros "criadouros de vírus". 

Recomendamos que as pessoas substituam o objeto por um pano com água sanitária. De acordo com a infectologista Raquel Muarrek, da Rede D'Or, capachos, tapetes e até carpetes são difíceis de limpar, e por isso, se possível, devem ser retirados.

Estudos já mostraram que o vírus sobrevive por bastante tempo em superfícies rugosas. É recomendado que você tire tudo o que não consegue limpar adequadamente.

Além de evitar os objetos, Susanne Edinger, infectologista pelo CHC-UFPR (Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná) e médica da Cia. da Consulta, aponta que os sapatos de quem veio da rua devem ser retirados antes de entrar em casa. 

Mas é importante destacar que os calçados não devem permanecer do lado de fora dos apartamentos ou locais que ponha em risco outras pessoas, como por exemplo, os funcionários ou demais moradores. Crie um espaço próximo a porta como "Área 51" e utilize esse local para armazenar objetos que vieram da rua. Lembre-se das dicas e sempre desinfecte essa área com os produtos recomendados, e não se esqueça de sempre utlizar suas proteções como luvas e óculos durante a limpeza do local.

Se há a necessidade de limpar os pés, o melhor é mesmo colocar um pano úmido, já que o tapete é sempre muito sujo, não só em tempos de pandemia. 

Quanto tempo o coronavírus sobrevive em superfícies? 

Um estudo publicado no medRxiv revelou que o vírus pode ser detectados no ar por até 3 horas, até 4 horas em cobre, até 24 horas em papelão e até dois a três dias em plástico e aço inoxidável. 

Outra pesquisa, publicada no Journal of Hospital Infection, mostrou que um coronavírus relacionado ao que causa Sars pode persistir até nove dias em superfícies não porosas, como aço inoxidável ou plástico.

Quais produtos de limpeza matam o vírus? 

Há desinfetantes específicos para a limpeza de carpetes e tapetes. Mas, como as superfícies são difíceis de limpar e o melhor é tirar os objetos de circulação. Para o resto da casa, as seguintes opções são seguras para matar o vírus:

• Água sanitária;
• Desinfetantes em geral; 
• Limpadores multiuso com cloro;
• Limpadores multiuso com álcool;
• Álcool de limpeza (líquido, com concentração entre 60% e 80%);
• Detergente;
• Sabão.

 

Fonte: UOL

Voltar

Postado 30 Abr, 2020